Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

entre nós # 86 - my immortal

my immortal - evanescence

 
There's just too much that time cannot erase
 
13 de Janeiro - 20 de Fevereiro - 26 de Fevereiro
 
quem moldou o barro de que somos feitos viverá enquanto formos ser

8 comentários:

  1. Esta é a "nossa" música - minha do marido. e quando estamos aborrecidos um com o outro, e vamos cada um no seu carro, nos verga e emociona. e nos faz lembrar o dia, o momento em que dissemos sim, em que ele me afaga a mão, já com a aliança colocada.

    Esta música diz-me tanto! Outra das músicas da minha vida, que jamais esquecerei!

    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz ao imaginar o bonito sorriso que este "entre nós" te roubou. :)

      Beijos, enorme*

      Eliminar
  2. Uma música para ouvir bem alto! Fantástica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Difícil resistir a cantar algumas partes.

      Beijos

      Eliminar
  3. Há muito tempo que não a ouvia... :)... Lembro-me de que na altura em que apareceu, era uma das minhas músicas favoritas do momento! :) Bonita letra! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com sentimento à mistura, e o que de doce e menos doce eles podem ter.

      Beijos

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...