Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

obrigada Lili - partilhar é bom

desde os tempos da faculdade que não entrava numa biblioteca (saudades deste local
 
 
Biblioteca Municipal Almeida Garret - Porto)
 
é uma "bergonheira" eu sei, não é que não goste de ler, é que  fui-me habituando ao vício de comprar livros. mudam-se os tempos, muda-se a disponibilidade da nossa carteira, e temos de pôr rédeas aos vícios (só eu sei o quanto me custa recusar as propostas da WOOK). como partilhar é bom, quis o cosmos que se cruzasse comigo uma menina chamada Lili, que devora livros, e esta menina muito inteligente frequenta a biblioteca da sua terrinha, e lá alimenta (frequentemente) o seu vício. e tu Canca Maria porque não fazes o mesmo? pois já fiz, inscrevi-me na biblioteca municipal do concelho onde trabalho, e trouxe de lá o meu companheiro dos próximos 15 dias, este menino a quem há tanto tempo andava a piscar o olho.
 
 
num concelho com 20 000 habitantes tornei-me a inscrita na biblioteca n.º 1472! é verdade que os livros são caros, mas nas bibliotecas municipais são de acesso gratuito, parece que as pessoas, tal como eu, se "esqueceram" desta possibilidade! :(

12 comentários:

  1. Também estou inscrito na Biblioteca aqui do sítio! :)
    O livro é muito bom, muito bom mesmo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. A questão da leitura não está no preço dos livros, trata-se de um argumento inválido... A questão é vem maus profunda, prende-se com hábitos culturais e sociais pouco propícios à literacia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, na mina opinião, o preço dos livros não é um argumento inválido, são realmente caros. Mas, infelizmente também, concordo relativamente à falta de hábitos literários, nas bibliotecas os livros são de acesso gratuito e mesmo assim não são procurados.

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Respostas
    1. As bibliotecas são lugares maravilhosos, tem de retomar o hábito. :)

      Beijos

      Eliminar
  4. Eu também me controlo para não me desgraçar muito na wook :)

    Estou inscrita na biblioteca do meu concelho, mas para aí há 6 anos que não meto lá os pés. Descobri a wook e pronto, rendi-me :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A wook é uma verdadeira perdição, valha-me deuze, eze, eze, eze! :P
      Tens de voltar lá, o preço é bem mais convidativo. ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Verdade seja dita, com a internet o meu forte são os ebooks e entretanto já nem sei do meu cartão de inscrição na biblioteca. E sinto falta de pegar os livros...

    E a campanha da Editorial Presença, já te chegou ao email? Um livro gratuito (bem, 2.80€ de portes de envio) é sempre um miminho delicioso :)

    * * *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (ainda) não me rendi aos ebooks, sou uma apaixonada por livros, o cheiro, o toque, a emoção ao virar da página, a possibilidade de guardar notas...

      Ainda não vi a campanha da Editorial Presença (irei ver sem dúvida), entretanto acabei de não resistir à campanha da Book It, leve dois pague 1. :))

      Beijinhos, grandes, grandes, enormes ;)*

      Eliminar
  6. :D
    E eu que ainda não tinha visto este post. :) :) :)
    Acho que fazes muito bem em voltar à biblioteca e fico feliz por ter sido eu a incentivar-te. :) :)
    Nunca li esse livro, nem nunca tinha ouvido falar. É sobre o quê? Conta-nos tudo. :)
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feliz fico eu por ter o privilégio de partilhar contigo. :))
      É um relato da vida de um prisioneiro judeu (o autor) num campo de concentração durante a segunda guerra mundial. No fim partilho a minha opinião.

      Beijinhos, muitos**

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...