Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

partilhar é bom...

De sorriso no rosto aceito o desafio da minha querida ABT. :)*
Quem por aqui passar e tiver vontade de partilhar um pouco de si sinta-se à vontade para levar consigo este coração.


 
1. Como surgiu a ideia de ter um blog? E o nome?
Da necessidade de falar sobre mim e sobre uma situação em particular. A pessoa a quem queria dizer as minhas verdades fugiu de as ouvir, e sentia que os desabafos com os amigos já se estavam a tornar um massacre. Como lia alguns blogues achei que escrever seria uma boa maneira de lamber as feridas sem ser chata. O nome surgiu sem a menor dúvida, "Partilhar é bom" palavras do meu pequeno príncipe, dizem o muito que ele me ensinou a ver e ser.

2. O que fazes profissionalmente ou área de estudos?
Trabalho na área de Saúde Pública.

3. Como te definirias?
Aponto-me sempre mais defeitos que qualidades, preguiçosa e desinteressante à cabeça. A virtude maior penso ser a capacidade de me pôr no lugar dos outros, tentar não julgar, gostar de ver o lado positivo das pessoas. Talvez a característica que molda mais a minha personalidade seja uma que me traz sentimentos contraditórios, o não ser rancorosa. Às vezes faz-me sentir bem como pessoa, outras, totó. :P Julgo que algumas das pessoas que criaram fortes resistências à minha pessoa (maneira rosa de dizer que me tramaram) foi por acharem que as minhas atitudes eram forçadas e não de coração. Não é verdade, mas cada um vê com os olhos que tem!

4. O que farias se ganhasses o euromilhões? (que grande cliché :p)
Ajudava a minha família e amigos em tudo que necessitassem, no que o dinheiro pode ajudar!

5. O que adoras/não suportas que te façam/digam?
Adoro aquela sensação de perceber que confiam plenamente em mim. Não suporto que pessoas consideradas próximas (têm por obrigação conhecer-me) me mintam ou não confiem em mim.

6. O que mais gostas de fazer?
Contribuir para a felicidade da minha sobrinha. Conhecer lugares com encantos naturais ou históricos.

 7. Não vives sem...?
A minha família.

8. Um objectivo que já tenhas alcançado e do qual te orgulhas?
Ir trabalhar e morar sozinha a 200 Km de casa, não pelo facto em si, mas pelo orgulho que vi espelhado no rosto da minha mãe. Na minha família fui a primeira mulher a ter uma vida tão independente. :P

 9. Objectivo/sonho por alcançar?
Se é para sonhar... ser mãe.

10. Como te imaginas daqui a 10 anos?
Não penso nisso.

11. Um segredinho?
Acabo de mover influências para me ser gentilmente cedida uma cadela beagle. Já tenho quatro cães, três de médio porte, não sei como vão reagir em casa...

1. O que mudou, da criança que foste para o adulto em que te tornaste?
Foi-se a inocência e a extroversão.

2. Quem gostarias de ter conhecido mais cedo na tua vida?
Não mudava nada, para não mudar tudo! Houve várias pessoas que me marcaram, nem todas por aspectos positivos, mas todas contribuíram para o meu crescimento como ser humano. Se alterasse a altura em que as conheci, nem eu nem elas seriamos os mesmos, logo o nosso relacionamento, possivelmente, teria contornos diferentes dos que teve.

3. Descreve um dia perfeito, actualmente.
Não tenho dias perfeitos, há momentos. O abraço da minha sobrinha, depois de ter vindo a correr para mim enquanto chama o meu nome, é um deles. :)

4. Que coisa (uma coisa) precisas fazer para melhorar a tua vida?
Gostar mais de mim, ser mais autoconfiante.

5. Qual foi o presente mais especial que recebeste nos últimos 5 anos?
Sorrisos genuínos de pessoas que de alguma forma eu pude ajudar.

6. Qual foi a última vez que fizeste alguma coisa sem pedir nada em troca?
Sou incapaz de agir em contrapartida de, se faço é por ter vontade.
 
7. Se pudesses reviver um dia da tua vida (sem lhe alterar coisa alguma), qual seria?
Qualquer um em que tivesse feito o meu pequeno príncipe feliz.
 
8. Quê ou quem te drena energia actualmente?
Todos que me fazem sorrir genuínamente, livros, plantas, as férias. :P 
 
9. Quando foi a última vez que convenceste a ti mesmo a não fazer uma coisa que, no fundo, querias fazer?
Há alguns meses atrás. Esta é uma característica minha, o conflito do que tenho vontade de fazer com o que julgo ser correcto fazer.

10. (Ainda na sequência da pergunta 9.) Que coisa foi essa?
Evitar estar com uma pessoa, sendo que para o fazer privava-me simultâneamente de estar com outras pessoas.
 
11. Qual foi o ponto alto do teu dia, hoje?
Ter de descer uma rampa (cerca 40 metros, com inclinação acentuadíssima) usando umas sandálias com tacões de 10 cm! Só foi possível graças à preciosa ajuda de um cavalheiro. Descida a rampa comer um figo do paraíso, daqueles que me fazem lembrar a minha querida avô D. (escrito no dia 05/09/2014)
Hoje mesmo: Conseguir olhar no rosto da pessoa que me fez vir parar aqui, e sentir que estou de mente limpa, sem râncores, sem mágoas, como dizia Sartre:
"Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram."

18 comentários:

  1. Gostei muito de saber um pouco mais sobre ti!
    Descobri que temos um ponto comum!!!
    Queres adivinhar qual é?
    lol

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dear Daisy :)

      Antes de eu tentar adivinhar gostava de aceder ao teu blogue mas não consigo! Clicando no teu perfil não aparece o ítem "blogues de"!

      Beijinhos

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. Andei pelo teu cantinho e descobri em comum o gosto por viagens! Mas parece-me que não era a isso que te referias, será talvez ao facto de teres deixado o teu trás-os-montes natal e ter vindo para o porto? Eu fiz o trajecto inverso!

      Beijinhos

      Eliminar
  2. A ABT é uma pessoa muito querida, :)
    Gostei muito de algumas respostas.*

    ResponderEliminar
  3. Hmm, que delícia saber mais um bocadinho do tanto que guardas em ti, Canca. Tantas perguntas extra se formaram (mas eu comporto-me). E tantos sorrisos pelos sentimentos fortes expostos. Pela formas como falas da tua família. Até pelo Beagle *.*

    Obrigada :') Partilhar é mesmo bom.
    Beijos* * *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre doce a forma como me lês, obrigada. :)

      Partilhar é bom, com pessoas bonitas como tu é ainda melhor.
      Beijos, muitos <3

      Eliminar
  4. Os livros também me dão imensa energia! As férias é que já acabaram...
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Livros e férias, palavras mágicas. ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  5. :) É tão bom ler-te. :)
    Mas confesso que agora fiquei particularmente curiosa com a última resposta. :) Se quiseres contar o que se passou, já sabes que podes contar comigo. :)
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os teus olhos são generosos comigo. :)

      Conto sim senhor. ;) Passou o tempo! Ele que tem o dom de amainar as tempestades. As atitudes só devem perturbar quem as pratica. ;)

      Beijinhos*

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...