Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

sexta-feira, 5 de junho de 2015

entre nós # 97 - how deep is your love

anos 90, a saga das músicas meloso-romântico-pirosas continua... boysband, esse flagelo dos anos 90 :P
 
impossível falar de música dos anos 90 sem dizer, uma vez que seja, boysband! certamente apreciei algumas músicas deste tipo de formação musical, mas nunca fui grande amante do conceito, a única que recordo, não portuguesa, são os take that. e porquê? porque tinham músicas muito meloso-romântico-pirosas, dizem vocês. podia ser, mas dessas só guardei how deep is your love, que hoje partilho. o que me fez atribuir lugar cativo na minha memória a estes meninos (nem sei quem são, à excepção do robbie williams) foi a sua falta de beleza exterior! eram, na minha opinião, a boysband dos patinhos feios :P, considerar-me elemento da mesma espécie  fez-me nutrir por eles uma especial empatia. ;)
 
take that
 
 

4 comentários:

  1. xiii ao tempo que não ouvia isto...

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Também acho que sim, já não me lembro muito bem, mas as boysband eram moda da altura. :P

      Beijos

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...