Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

sábado, 7 de setembro de 2013

4 anos

sem a tua voz, o teu riso, a expressividade do teu olhar,
é com as tuas cores que eu sigo.
a cor dos lápis com que pintaste
são mais permanentes que tinta-da-china,
são mais coloridas que o arco-íris,
são mais vivas que a vida...
obrigada, meu pequeno príncipe, ensinaste-me tanto,
ontem, hoje, nos amanhã que venham,
tu serás a marca impressa na mais viva cor,
vives em mim, em todos os tons, amo-te.

14 comentários:

  1. Nas tuas mãos entrego o meu silêncio, porque neste momento quero apenas que saibas que o meu coração te ouve, te sente e te compreende.

    Jinhossss minha Canca!

    ResponderEliminar
  2. Deixo-te um abraço forte e apertado, recheado de carinho.
    Beijinhos, grandes e muitos

    ResponderEliminar
  3. Não deixo palavras... deixo-lhe carinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que melhorar me podia deixar, obrigada.

      Beijos

      Eliminar
  4. Agarra esses 4 anos.
    vais ter saudades.

    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes quatro anos são de saudade. :(

      Beijos

      Eliminar
  5. O tempo não apaga o amor que sentes.
    Deixo-te um abraço muito apertado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que mais desejo, manter a fortaleza deste sentimento.
      Obrigada, tudo de bom para ti e para os teus.

      Beijos

      Eliminar
  6. Canca, muito obrigada pelas tuas palavras, acho que somos parecidas em muitas coisas e se calhar tb somos parecidas nesta forma ingénua e inocente de ver a vida. Gostava de te conhecer, acho que iríamos falar e falar horas a fio...

    Um enorme beijinho doce e cheio de coisas boas*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sabe o que o futuro nos reserva!

      Beijos, tudo de bom.

      Eliminar
  7. Olá querida e doce Canca,
    O teu pequeno princípe vive para sempre no teu coração, as recordações e tudo que merece ser vivido será para sempre recordado e guardado no teu doce e grande coração.

    Parabéns pelo belíssimo texto.

    beijinhos grandes e um abraço*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sérginho

      Que o meu coração não esqueça, é o que mais desejo. :(

      Beijos

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...