Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

domingo, 8 de setembro de 2013

de que serve inteligência sem sensibilidade, para criar monstros?

"Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá."

Charles Chaplin

Na história e nas nossas vidas há tantos seres humanos assim. Não raramente dou por mim a pensar que, não me sinto deste mundo, não me entendo com esta espécie de humanidade. Talvez fosse bem mais feliz se tivesse nascido numa tribo perdida no meio de uma floresta, longe de toda a dita civilização. Vivendo apenas com o objectivo de me manter viva a mim e aos meus, longe de lutas tão baixas por poder, dinheiro, estatuto, e outras aparências. Existindo de uma forma simples e livre de competições. Chamem-me pobre de espírito, chamam-me o que quiserem, eu só queria viver num mundo sem mentiras, sem hipocrisias, sem arrogâncias, sem egoísmos, sem insensibilidades. Utopia...

18 comentários:

  1. Mudaria-me sem pensar duas vezes para esse "mundo", mas infelizmente esse mundo é utópico :(

    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse era o mundo ideal...mas mesmo nas florestas perdidas e embora muito tenham para nos ensinar...as tribos que restam são habitadas por homens e mulheres ...onde residem muitos sentimentos , uns melhores outros piores como em qualquer ser humano...!
      Beijinhos
      Maria

      Eliminar
    2. Carminho e Maria
      Nos sonhos ainda pode ser tudo como nós queremos. :)

      Nas tribos também há lutas de poder, mas dada a escassez de alimentos ocupam-se a tentarem manter a comunidade viva. Já me disseram, isso é uma vida deprimente, para nós seria, mas para eles que nunca conheceram outra não. As cabeças deles têm menos cultura, mas também têm menos maldade, e é isso que eu queria, mentes mais limpas e mais preocupadas com o outro, o igual. :(

      Beijos

      Eliminar
  2. Concordo... Sabes quando me mudei para Inglaterra para trabalhar como Au Pair... muitos gozavam comigo e vais trabalhar lá para fora para fazer isso? O meu pai como não aceitava a minha decisão também ele sentia embaraço pelos comentários que faziam sobre mim... ficava até chateado comigo e deixou de me falar. Hoje depois de 1 ano, a minha familia sente orgulho de mim e diz mesmo que fui uma grande mulher por fazer aquilo que muitos homens não têm a coragem de fazer (claro sinto-me babada) e eu própria tenho orgulho em dizer que trabalho para uma grande empresa conhecida a nivel mundial. E tudo começou por uma simples Au Pair. Tudo isto para dizer que no fim para mim? Nada importa o que os outros dizem... tudo começa pelo pequenino e temos é de lutar sempre por algo melhor independentemente da situação em que nos encontramos. Infelizmente esta sociedade só sabe atirar pedras. Beijinho doce *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vivemos numa sociedade de aparências e de julgamentos fáceis, com a qual não me identifico.
      O que os outros pensam é problema deles, claro que quando são os nossos doí, mas foste uma lutadora e hoje vês o teu mérito reconhecido, continua assim.

      Beijinhos

      Eliminar
  3. E a banda sonora deste teu post só pode ser o Imagine de John Lennon.
    Concordo totalmente contigo.
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagine no possessions
      I wonder if you can
      No need for greed or hunger
      A brotherhood of man
      Imagine all the people
      Sharing all the world

      You may say,
      I'm a dreamer
      But I'm not the only one

      Sei que sonhas como eu, e sonhar ainda é grátis :P
      O fim da música, com passarinhos a chilrear, é encantador, obrigado pela partilha. :)

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Precisamos todos um bocadinho desse "seu" mundo... faria tão bem a toda a humanidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu teria tanto gosto em partilhar...

      Beijos

      Eliminar
  5. Um mundo assim seria um sonho... do modo em que vivemos que preferimos puxar o tapete a fazer o bem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sonhar ainda não paga impostos, e a realidade às vezes é exasperante. :(

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Tal como tu, já me imaginei por diversas vezes noutro "papel" neste mundo... Agora, ao ler o teu post recordei-me de uma frase que diz simplesmente "there´s no such thing as a perfect world".

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não precisava ser perfeito, só com mais sentimento, mais igualdade entre iguais, mais altruísmo, mais verdade... vou continuar a sonhar.

      Beijos

      Eliminar
    2. Sonhar é bom, mas viver é melhor. Algures por aí, existe esse sentimento, essa igualdade, o altruísmo e a verdade. Só precisamos de os encontrar... :-)

      Beijos*

      Eliminar
    3. O sonho de encontrar ajuda a acalentar o dia-a-dia, mas muitas vezes encho-me de certezas que não existe... Um dia de cada vez, que será, será...

      Beijinhos

      Eliminar
    4. Essa é a melhor perspectiva de ver as coisas, a meu ver... One day at the time, sempre acreditando que as coisas, ou o sonho, may come true... :-)

      Beijinhos*

      Eliminar
    5. Sem esperança a vida fica sem cor. :)

      Beijos

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...