Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

domingo, 25 de maio de 2014

acabadinho de ler - A Ilha das Trevas

 
"Dizem que o tempo sara todas as feridas. Talvez seja verdade. Mas há feridas que parecem não sarar. Sangram, vertem pus, voltam a sangrar, surpreendem-nos a magoar a alma quando esta já deveria estar habituada e imune a tanta dor. É certo que, às vezes, essas feridas acalmam, como as marés que recolhem a água e recuam para o mar alto; mas, tal como as marés, regressam depois, revigoradas, pujantes, invadindo de novo a praia e fazendo sentir o fulgor da sua presença, o ímpeto do seu regresso."

José Rodrigues dos Santos in A Ilha das Trevas

Um relato romanceado da história de Timor Leste desde o período pré-ocupação Indonésia, até à independência. O nascimento deste país fez-se de muito sofrimento, muitas perdas, muito desrespeito pelo ser humano, nenhum conflito, desta natureza, se trava sem a destruição de vidas.
 
O massacre no cemitério de Santa Cruz, e o referendo que resultou na independência deste povo, eram os acontecimentos mais presentes na minha memória, pelo que, mais uma vez a escrita de JRS me cativou pela transmissão de conhecimento.
 
Outra característica que me cativa neste autor é a capacidade de alertar consciências. Transcrevi o parágrafo inicial, ao longo do livro persegui-lhe o sentido, quando o percebi veio-me à ideia o ditado popular "prefiro a morte a tal sorte". Se quiserem saber mais leiam!

4 comentários:

  1. É um livro maravilhoso que gostei imenso de ler!
    Bom domingo,
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente. :)

      Beijinhos, muitos*

      Eliminar
  2. Já o li há uns anos, mas sei que gostei muito. :)
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gostei muito. :)

      Beijios, muitos também. :P

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...