Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

terça-feira, 11 de novembro de 2014

da variabilidade humana, e da minha invariável estupidez

anda uma pessoa a esforçar-se por ver os encantos da variabilidade humana, e comete invariavelmente o mesmo erro... acreditar que todo o ser humano tem um lado bom.

8 comentários:

  1. Infelizmente, há pessoas que se devem ter esquecido do delas num lugar bem longínquo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não devia constar das especificações delas!

      Beijos

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Eu acho que já não aprendo, pelo menos a pôr em prática porque a teoria sei eu. :/

      Beijos

      Eliminar
  3. Nem sempre é fácil! Há pessoas que estavam na fila para a casa de banho na altura em que Deus distribui a bondade :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falharam também a distribuição do bom-senso e da consideração pelo outro, em compensação ficaram com doses extra de insanidade. :P

      Beijos

      Eliminar
  4. E tem, só que às vezes está tão, mas tão escondido que nem eles sabem que o têm. :/
    beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sei lá Lili! Às vezes acho que sim, chego a pensar que têm medo de mostrar, mas depois há atitudes que acabam com as dúvidas! :(

      Beijinhos, grandes*

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...