Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

desabafo


Como é que é possível haver gente que mente, engana e usa descaradamente os outros, e ser essa mesma gente a seguir de consciência tranquila, como se fossem seres humanos maravilhosos?!
 
Nunca hei-de perceber!

8 comentários:

  1. Essa pergunta já fiz centenas de vezes, um amigo meu que partiu cedo costumava me dizer: faz parte da natureza das pessoas.

    Acho que todos caímos a primeira vez mas depois fazem ou não parte da nossa vida, só depende de nós.

    beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julgo que hei-de espantar-me sempre com certas atitudes, posso apenas tentar distanciar-me...

      Beijos

      Eliminar
  2. também não consigo perceber como dormem à noite tranquilos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles são importantes, o resto deve ser paisagem...

      Eliminar
  3. Porque não têm escrúpulos? Tenta ignorar.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Também é algo que me transcende; não consigo mesmo perceber como conseguem fazer certas coisas e ainda por cima dizerem mal das suas "vítimas" como se estas fossem as culpadas. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, devem achar que os injustiçados são eles, enfim...

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...