Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

quinta-feira, 20 de junho de 2013

segredos de uma alma escondida

só ela os sabe e a ninguém os conta, esconde-os lá bem no fundo da sua essência imaterial, e assim escondida dos olhos guarda mistérios que anseia por revelar, numa sofreguidão só comparável à vontade de se materializar. ser um ser, ter um corpo, sentir-se, ser sentida, ver-se, ser vista, revelar-se, ser revelada. nos segredos que esconde aprisiona os ingredientes para se fazer massa, e vergar à força da gravidade, se um dia os libertasse carregaria em sim um corpo que a aprisionaria, não mais a deixando ser livre de viver na infinidade de realidades que se escondem atrás dos segredos em pensamentos revelados...

Desafio de escrita do Livro de Desabafos

6 comentários:

  1. Obrigada pela participação, Canca!

    ResponderEliminar
  2. :) lindo... toca a libertar tudo o que vai ai por dentro!

    ResponderEliminar
  3. Parabéns pelo belíssimo texto Canca, consegues me surpeender sempre um bocadinho e mais um bocadinho.

    beijinhos.

    ResponderEliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...