Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

quarta-feira, 27 de março de 2013

coisinhas minhas....

Sempre gostei de caixas, por isso fui juntando algumas.  Estas são especiais... recordações com nome, porque as herdei, porque me foram oferecidas, porque as comprei num lugar onde estive, porque gostei. Ironicamente apesar de sempre ter adorado caixas de música nunca tive nunhuma! :(
 


Feita por encomenda
 
 
Pó-de-arroz da minha mãe

 
Presente de Natal


Brazil - oferta
 

Lamego


S. Miguel


Gostei da vaquinha!


Adoro ovelhas - oferta


Barcelona

10 comentários:

  1. Adorei a primeira :) Também gosto muito de caixinhas.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A primeira é sem dúvida a mais especial, está carregada de simbolismo e faz-me recordar lembranças muito boas.

      Beijos

      Eliminar
  2. Também adoro todo o tipo de caixinhas mas por caixinhas de música tenho verdadeira paixão!!!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também adoro caixas de música, mas nunca encontrei nenhuma que me encantasse! :(

      Beijos

      Eliminar
  3. Adoro a das ovelhinhas.... Adoro ovelhas e vacas :)

    Bjs***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também adoro ovelhas, tenho várias, nenhuma viva! ;)

      Beijos

      Eliminar
  4. Para ser diferente ou não, eu gostei de todas as caixinhas e deixo-te os parabéns pelo teu bom gosto.

    beijinhos e uma feliz páscoa.

    ResponderEliminar
  5. És sempre um querido. :)

    Beijos, feliz páscoa para ti também.

    ResponderEliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...