Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

terça-feira, 28 de maio de 2013

da minha distracção crónica # 10

isto e isto: no dia em que tenho companhia para almoçar fora (no restaurante) trago almoço!

9 comentários:

  1. R: Podes enviar a tua partilha para o email: jovem.sonho@gmail.com =)

    ResponderEliminar
  2. Já me aconteceu isso e uma das vezes foi porque um amigo queria almoçar comigo não podia dizer que não.

    Não há mal nenhum, :)

    beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estas minhas distrações são uma forma de eu me fazer rir. ;)

      Beijos

      Eliminar
  3. Já me aconteceu perder o almoço... ainda hoje não sei onde o deixei! ahaha
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim já me aconteceu pensar em voltar atrás na ida para casa do trabalho para buscar algo que quando cheguei a casa vi que estava no carro ;). Estas coisas fazem-nos rir de nós e isso é muito saudável!

      Beijos

      Eliminar
  4. São coisas que acontecem, o mais importante é que tiveste companhia para o almocinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, isso e rir de mim, sabe-me bem. ;)

      Beijos

      Eliminar
  5. Acho que te disse o mesmo da outra vez, mas deixa lá, ficaste com jantar feito. :)
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dois problemas, a mesma solução. ;)

      Beijos

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...