Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

terça-feira, 14 de maio de 2013

MORRER A TEU LADO

Diz-me amor…
O que vêem os teus olhos
Quando olham nos meus
Se a distância que os separa
É apenas um beijo teu?...

Tu, que te dizes por mim louco
Que me amas mais que pouco
Que me sonhas nos teus sonhos
E por isso andas risonho!... 


Dizes viver a suspirar
Quando sonhas acordado
E a tua mente a delirar
Delira por quem…meu amado?


Porque não me prendes
Nesses teus fortes braços
Em longos e doces abraços
E me aqueces o coração
Com teu carinho e paixão?...


Ou então…
Beija-me…Com beijos de ternura
E mata-me de amor e loucura
Como quando sonhas acordado
Que de amor eu quero, morrer a teu lado!...

Poema de Maria José Roberto, que eu não resisti em partilhar...

11 comentários:

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...