Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

terça-feira, 21 de maio de 2013

não te esqueças

se me deres uma planta não te esqueças de ver se ela tem raiz, caule e folhas, não te esqueças de enterrar as raízes em terra fértil, sem isso a planta que me deres não sobreviverá, não te esqueças de verificar a firmeza do caule, sem ele a planta que me deres não se manterá, não te esqueças de iluminar a verdura das folhas, sem isso a planta que me deres não se renovará, se me deres uma planta não te esqueças que os sentimentos são plantas, sem raízes não sobrevivem, sem caule não se mantêm, e sem folhas não se renovam, e se me deres uma planta não te esqueças, hei-de regá-la todos os dias, e a cada dia uma flor brotará em mim...
  

18 comentários:

  1. Por mera cautela, o melhor é dar apenas o vaso, para a plantares e cuidar a teu gosto :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. a cautela pode ser inimiga da floração...;)

      BeijO

      Eliminar
  2. Olha que me deram há dias uma planta bem frágil e, curiosamente, tem-se mantido viçosa e bonita, não obstante eu não seja particularmente cuidadosa com ela. Tive sorte. É uma planta que se contenta com pouco. O mesmo não se pode dizer dos sentimentos que vamos plantando por aí. Quanto a esses sim, concordo inteiramente com o teu post.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há vários tipos de plantas e de cuidadores... gosto de plantas exigentes e sou uma cuidadora dedicada, penso eu de que...

      BeijO

      Eliminar
  3. Porque nunca se poderá ter nada como garantido sem cuidados...

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eles são a abelha que trabalha afincadamente para que haja floração...

      BeijO

      Eliminar
  4. Vale a pena todo o trabalho porque no fim de crescida a flor é linda!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Não me esquecerei, obrigado! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos continuar a cultivar a nossa planta, juntos. :)

      BeijO

      Eliminar
  6. Olá Canca,
    Neste belíssimo texto reforço só uma parte que diz muito: "se me deres uma planta não te esqueças que os sentimentos são plantas, sem raízes não sobrevivem, sem caule não se mantêm, e sem folhas não se renovam, e se me deres uma planta não te esqueças, hei-de regá-la todos os dias, e a cada dia uma flor brotará em mim..."

    Mas todos acabam por perceber isso, talvez tarde demais mas acabam por perceber.

    beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Será? Acho que há quem viva vidas inteiras sem perceber isso. A planta da nossa amizade tem-me dado muitas flores. :))

    Beijos

    ResponderEliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...