Se tivessem acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teriam ouvido as verdades que teimo em dizer a brincar, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria. Charles Chaplin

Tornámo-nos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos. Antoine de Saint-Exupéry

A cabeça que se não volta para os horizontes sumidos não contém nem pensamento nem amor. Victor Hugo

Não importa o que fizeram connosco, importa o que fazemos com aquilo que nos fizeram. JP Sartre

segunda-feira, 15 de abril de 2013

quando penso que não há novidades...

eis que descubro, já se serve água e café nos velórios! Vão lá rever um pessoal, dar dois dedos de prosa e ainda bebem um cafézito à custa de quem está a sofrer??!! Qual a próxima novidade, música ao vivo e bailarico?!?!
Por favor, se não amavam e não respeitavam a pessoa que deixou de viver, nem os seus familiares, não ponham lá os pés, é uma atitude mais digna!
Chamem-me retrograda, chamem-me o que quiserem, mas para mim o respeito pelo ser humano deve ser demonstrado sempre, mesmo que ele não o possa retribuir, e se há coisa que me irrita profundamente, e me dá vontade de agredir por todos os meios alguém, falo infelizmente por experiência, são pessoas que vão para velórios, como se fossem para um café. Onde anda a nossa humanidade, aquela que nos deveria distinguir dos outros seres vivos, os ditos irracionais???

14 comentários:

  1. Se não gostares de café tb há chá...
    A minha experiência em questões de velórios é quase nula, mas das vezes que a vive aquele burburinho constante irritou-me muito...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente a minha experiência, é muito sentida, e acredita que se não fosse por respeito aos meus, e aos que connosco sentem a dor, já tinha perdido a cabeça com certas pessoas...

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Isso é moda lá das américas em que fazem catering nos funerais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eu cá sou portuguesa, corre-me fado nas veias, não vou nessas modas...

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Mas sabes, isso depende muito da cultura do país... A minha mãe nasceu no Brasil e viveu durante algum tempo numa cidade do interior onde os mortos eram velados em casa de algum familiar e fazia-se uma grande festa! Festa de verdade, com música, muita comida e muitas pessoas... A explicação é que como aquela pessoa ia para o céu, isso era considerado um motivo de comemoração!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois acredito, mas eu sou uma portuguesa de gema, a quem o fado corre nas veias, e não há nada que me convença a dar uma festa quando sofri uma perda irreparável, para mim isso é desrespeitosos. :(

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Nessas cerimónias sou pelo mais simples e digno possível mas já vi grandes alaridos com fotos do falecido a passar etc..!Simplesmente acho que o momento não pede folclores...!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essas "coisas" para mim só servem para pisar mais o já desfeito coração de quem sofreu uma perda irreparável, não consigo entender tamanha falta de sensibilidade. :(

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Estou contigo. E nem é tanto pelo chá ou café, é porque as pessoas não sabem comportar-se num velório. Quem é que nunca viu as pessoas a fazer conversa umas com as outras, como se tivessem ido para ali socializar? aquelas pessoas que nem eram chegadas? Já apanhei pilhas de nervos em velórios à conta disso. Defendo até que só mesmo a família e amigos mais chegados deviam estar presentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como te compreendo tão bem, ainda hoje passados três anos tenho na minha cabeça a voz de duas "galinhas", essas tipas perderam todo o valor para mim nesse dia.

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Olá, a mesma situação acontece no dia 1 de Novembro, as pessoas aproveitam para pôr a conversa toda em dia, mas final porque vão ao cemitério, não falando do exibicionismo das flores, o que vão lá fazer, orar pelos seus entes queridos?!Não me parece!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, é triste ver que algumas campas estão abandonadas todo o ano e depois nesse dia vem a feira das vaidades, nem os que já deixaram este mundo escapam... :(

      Beijinhos

      Eliminar
  7. Nem comento porque ia disser uma coisa tão feia mas tão feia que este blogue e tu não merecem. Os valores perdem-se e isso entristece-me muito.

    beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo, é mesmo triste.

      Beijinhos

      Eliminar

Partilhem, que partilhar tem graça! Façam o favor de me roubar sorrisos...